Como tirar o máximo partido da gestão do cadeia de abastecimento

 Gestão da cadeia de fornecimento, Segurança de Hospedagem de Manutenção e Desenvolvimento Wordpress

Como tirar o máximo partido da gestão da cadeia de abastecimento

O objectivo de eficácia cadeia de abastecimento é melhorar os lucros e a satisfação do cliente, reduzindo ao mesmo tempo os custos. Quando o custo de produção e das matérias-primas é controlado, as margens de lucro são mais saudáveis e os custos operacionais são reduzidos. No final, tudo isto se traduz num aumento dos lucros. Mas como aproveitar ao máximo esta nova estratégia? Aqui estão algumas dicas. Esperamos que este artigo o tenha ajudado a compreender a gestão da cadeia de abastecimento. Depois de ter dominado estas dicas, estará no bom caminho para melhorar o seu próprio negócio.

Plano

Para assegurar um desempenho óptimo da cadeia de fornecimento, as empresas utilizam o SAP Integrated Business Planning. Este software combina os módulos de planeamento da produção, planeamento de vendas e operações, e planeamento da procura. O Planeamento Integrado de Negócios SAP fornece uma única fonte de verdade para o planeamento de toda a empresa. Integra-se com outras aplicações SAP para permitir a tomada de decisões em tempo real e ajuda as empresas a optimizar questões empresariais críticas. A utilização do SAP Integrated Business Planning pode ajudar as empresas a tornarem-se mais ágeis e a responderem rapidamente às mudanças do mercado.

Para gerir com sucesso a cadeia de abastecimento de uma empresa, é essencial compreender os padrões de compra dos clientes e prever a procura. O planeador tem em conta o comportamento do cliente no passado, as vendas esperadas versus reais e as condições de mercado para estimar as exigências internas. Além disso, a gestão dos fornecimentos é o processo de encontrar fontes fiáveis para bens e serviços. É importante desenvolver uma estratégia sólida de aprovisionamento, gestão de inventário e redução de custos.

Outra forma de melhorar a gestão do cadeia de abastecimento é o PCM. Este tipo de modelo ajuda as empresas a reduzirem os custos através da utilização de custos baseados em actividades, preços fixos para certos produtos e benchmarking de fornecedores. Também equilibra os investimentos iniciais dos parceiros e a partilha de lucros futuros, e gere investimentos conjuntos em sistemas de troca de informação e desenvolvimento de novos produtos. Também fornece incentivos para a ultrapassagem dos custos, e penaliza aqueles que se desviam do plano.

A gestão da cadeia de fornecimento tem muitos benefícios para uma empresa. Um projecto bem concebido de gestão da cadeia de fornecimento pode fornecer informações valiosas sobre as competências nucleares da empresa e as suas vantagens competitivas. Usando esta visão, as empresas podem criar um plano estratégico eficaz para alcançar os seus objectivos. Com esta informação, podem melhorar os processos, reduzir os custos e satisfazer as necessidades dos clientes. Se nunca geriu a sua cadeia de abastecimento, está na hora de começar! Comece hoje!

Coordenar

A coordenação da cadeia de abastecimento envolve a gestão de dependências e a partilha de informações e recursos entre os membros da cadeia de abastecimento. Foram propostos vários mecanismos de coordenação, incluindo partilha de informação e tecnologia da informação, parcerias a longo prazo e tomada de decisão conjunta. A fim de melhorar o desempenho da cadeia de abastecimento, a coordenação deve ser holística, o que requer colaboração entre os membros e mecanismos eficazes. A coordenação não é um conceito novo, e há muitos benefícios na sua implementação nas cadeias de abastecimento.

A coordenação de actividades numa cadeia de abastecimento requer a cooperação de vários departamentos, e a capacidade de coordenar as diferentes fases do processo. O aumento dos prazos de entrega levará a um aumento dos custos, especialmente de mão-de-obra e materiais. Além disso, irá reduzir a disponibilidade de produtos. Por conseguinte, as actividades de coordenação são essenciais para uma gestão bem sucedida da cadeia de abastecimento. Eis algumas razões pelas quais a coordenação é importante:

Comunicar

Para comunicar eficazmente a gestão da cadeia de abastecimento aos fornecedores, as empresas devem primeiro compreender como comunicar bem umas com as outras. Sem uma comunicação clara, erros e faltas são comuns. A comunicação entre empregados, vendedores e fornecedores é a chave para o sucesso da cadeia de fornecimento. Os gestores da cadeia de fornecimento devem dar prioridade à comunicação, agendando reuniões regulares e teleconferências com os fornecedores. Devem transmitir a mensagem de forma concisa e perguntar se alguém tem alguma dúvida. Desta forma, todos os envolvidos na cadeia de fornecimento compreenderão e estarão motivados a contribuir para o sucesso da empresa.

Os processos de planeamento são essenciais para controlar o inventário e os processos de fabrico. Durante este processo, as empresas tentam fazer corresponder a procura global com a sua oferta. Utilizando a análise e o planeamento, podem identificar cursos de acção que produzirão os mais altos níveis de qualidade e rentabilidade. Aquisição, fabrico e entrega são as três fases-chave da cadeia de fornecimento que são necessárias para satisfazer a procura global. O planeamento, o fabrico e a entrega são importantes em toda a cadeia de valor, mas as empresas também precisam de estar atentas às variações na procura. Utilizando ferramentas analíticas, as empresas podem prever a procura do mercado, planear as matérias-primas de que necessitam e criar um plano de acção para satisfazer essa procura.

Um modelo SCOR integra os conceitos de reengenharia de processos empresariais, benchmarking e medição de processos. O modelo resultante permite às empresas comunicar e avaliar o desempenho das suas cadeias de abastecimento e o valor que elas criam. Um modelo SCOR permite às organizações partilhar informação sobre o valor que criam para os clientes, parceiros e fornecedores. O quadro fornece uma linguagem comum para a partilha e comunicação das melhores práticas ao longo da cadeia de abastecimento. A integração deste quadro pode ajudar as organizações a melhorar o seu desempenho e a proporcionar uma melhor forma de fazer negócios.

Gerir

Há muitas ferramentas disponíveis para as empresas que querem gerir cadeia de abastecimento. Para além dos sistemas ERP tradicionais, pode implementar o SCM com SAP. Estas ferramentas irão sincronizar o fluxo de informação entre a sua empresa e os seus fornecedores. Por exemplo, é possível definir um optimizador padrão e definir os marcos associados às ordens de compra. Também pode implementar funções de planeamento, tais como pedidos de encomendas planeadas, e uma série de outras estratégias. Para mais informações, ver as secções seguintes:

- Mantenha e actualize as suas competências e conhecimentos. Pode adquirir certificações através de organismos profissionais. O Chartered Institute of Procurement & Supply (CIPS) e o Chartered Institute of Logistics and Transport (CILT) são dois exemplos. Como membro de pleno direito do CIPS, terá normalmente obtido uma qualificação acreditada e poderá trabalhar no sentido de se tornar um membro registado através do registo das suas actividades de CPD e do preenchimento de um certificado de ética CIPS.

- Utilizar SAP SCM para atribuir dados principais e versões do plano. Pode atribuir diferentes dados principais e versões do plano à sua empresa, dependendo dos requisitos e mudanças do negócio. Também pode optar por criar múltiplas versões do seu planeamento. Além disso, é possível atribuir dados-mestre a mais de uma versão do plano. É importante compreender os diferentes tipos de gabaritos no SAP. Por exemplo, é possível atribuir dados mestre a uma única versão de produção e ainda criar um modelo de planeamento multinível.

- A SAP fornece várias aplicações para gerir a cadeia de abastecimento. Pode utilizar o SAP ERP para processar encomendas, gerir inventário, acompanhar o estado dos materiais, serviços e dados financeiros. O software também oferece funções SAP Advanced Planning and Optimization (APOP) que lhe permitem planear e coordenar os seus processos de cadeia de fornecimento. Além disso, pode monitorizar e analisar a eficiência da sua cadeia de abastecimento. Portanto, se procura optimizar a sua cadeia de fornecimento, a SAP é a escolha certa para si.

Melhorar

A gestão da cadeia de abastecimento é a espinha dorsal de qualquer negócio, especialmente o fabrico e a distribuição. Aqui estão algumas estratégias simples para melhorar a gestão da cadeia de abastecimento. O factor mais fundamental e importante na competitividade é a gestão eficaz da oferta. A adopção de uma abordagem estratégica é vital para a gestão da cadeia de abastecimento. Ao seguir estas dicas, a sua empresa pode aumentar a sua competitividade. Uma boa estratégia aumenta a visibilidade de toda a cadeia de abastecimento. Deve ser transparente, com relatórios regulares e dados accionáveis.

Uma das chaves para melhorar a gestão da cadeia de abastecimento é redesenhar processos para se adaptar ao ambiente empresarial em mudança e ao ciclo de vida do produto. Ambas requerem diferentes tipos de interacções. Por exemplo, a cadeia de fornecimento de um novo produto precisa de ser flexível e responder a grandes flutuações na procura. Ao mesmo tempo, um mercado maduro requer uma cadeia de fornecimento estável que entregue produtos aos clientes de forma atempada, enquanto a cadeia de fornecimento de um produto num mercado estabelecido deve ser robusta e fiável.

Além disso, uma boa solução de automatização ajuda a racionalizar as tarefas e a reduzir a carga de trabalho do pessoal. Isto é especialmente importante para materiais de alto custo, tais como semicondutores, que requerem rastreio por números de lote e datas de expiração. Esta recolha automatizada de dados pode ajudar na gestão da cadeia de abastecimento. Os dados materiais em tempo real podem ser utilizados para informar estratégias de melhoria contínua e integração financeira e da cadeia de abastecimento. As plataformas digitais automatizadas são, portanto, benéficas para a gestão da cadeia de abastecimento. Os benefícios da implementação da automatização para a gestão da cadeia de abastecimento são numerosos.

Outra técnica útil é a utilização de software de planeamento da procura. Este software irá informar toda a cadeia de fornecimento, utilizando dados da fábrica. Além disso, permitirá que a empresa aplique análises avançadas ao cadeia de abastecimento. Como resultado, o software de planeamento da procura irá melhorar a gestão da cadeia de abastecimento. Se procura formas de melhorar a eficiência da sua cadeia de abastecimento, estas ferramentas são essenciais. Nunca se arrependerá de ter investido nestas ferramentas. Não há melhor maneira de tirar o máximo partido da sua cadeia de abastecimento.